Presidente Bolsonaro faz texto forte sobre “demonização” policial por parte da mídia e bandidos tratados como “vítimas da sociedade”


O presidente Jair Bolsonaro publicou um forte texto sobre a demonização dos policiais por parte da mídia e banidos sendo tratados como vítimas da sociedade. Leia abaixo na íntegra 

- A esquerda não quer que você se dê conta da realidade do narcotráfico no Brasil. Demonizam policiais e suavizam criminosos como se fossem vítimas e não bandidos cruéis fortemente armados, que desprezam as leis, oprimem, extorquem, ameaçam e matam qualquer um sem o menor receio.

- Querem te convencer que marginais que, segundo suas próprias leis, queimam pessoas vivas em pneus, espancam, matam e esquartejam mulheres, além de outras práticas de fazer inveja a grupos terroristas internacionais, jamais abririam fogo covardemente contra agentes de segurança.

- É preciso entender de uma vez por todas que os maiores responsáveis pelas duras consequências às comunidades em operações são os próprios bandidos. São eles que decidem enfrentar a lei e colocar a própria vida em risco, bem como a de inocentes, para não pagarem por seus crimes.

- Por outro lado, nossos agentes das forças de segurança arriscam suas vidas diariamente para o total oposto: combater o crime e proteger inocentes. É para cumprir a lei, não por diversão, que eles enfrentam todos os tipos de obstáculos, inclusive a demonização de parte da mídia.

- É uma perversidade seguir relativizando o certo e o errado. Tratar marginais com extensa ficha criminal simplesmente como pobres é criminalizar o próprio cidadão pobre que vive sua vida honestamente e hoje é refém destas organizações. Pobre nunca será sinônimo de criminoso!

- Àqueles que, no conforto de suas casas insistem em inverter os valores e criticar as forças de segurança por todo o mal que acontece, sugiro que experimentem visitar uma área dominada pelo crime organizado fardado como um policial. Boa noite a todos!

Leia também...