Pesquisar

Fugitiva da Cadeia Pública de Itupeva Capturada em Jundiaí Após 17 Anos

Após 17 anos em fuga, uma criminosa que escapou da Cadeia Pública de Itupeva em 2007 foi localizada e presa em Jundiaí. Ela estava trabalhando em uma instituição beneficente, onde foi detida pelos cabos Palaro e Maycon, que cumpriram um mandado de prisão por roubo qualificado.

A Operação

Com base em informações de que a foragida estava empregada em uma instituição de acolhimento para pessoas vulneráveis em Jundiaí, os cabos Palaro e Maycon foram ao local. Eles primeiro confirmaram com a administração da instituição que a mulher era funcionária. Em seguida, a identificaram e constataram que se tratava da criminosa procurada.

Detenção e Recolhimento

A mulher foi imediatamente levada à Central de Flagrantes e, depois de 17 anos, foi recolocada na Cadeia Pública de Itupeva.

Relembrando a Fuga de 2007

Em 2 de setembro de 2007, um trio, composto por duas mulheres e um homem, conseguiu entrar na delegacia sob o pretexto de entregar mantimentos para uma presa. Quando o agente penitenciário abriu a porta, foi rendido pelo grupo, que estava armado. Após render também um carcereiro e tomar as chaves das celas, os criminosos libertaram 25 detentas de cinco celas, trancando os agentes em uma cela antes de fugir.

Os vizinhos perceberam a movimentação e alertaram a Polícia Militar e a Guarda Municipal, resultando em uma troca de tiros. O homem que participou da fuga foi morto, e uma das mulheres foi ferida e presa. A outra mulher conseguiu escapar.

Durante o confronto, dois guardas municipais foram atingidos, mas não sofreram ferimentos graves. Nos dias seguintes, 19 das fugitivas foram recapturadas, incluindo seis em Vinhedo, duas em Jundiaí e as demais em Itupeva.

Siga-nos no Google News

Para mais notícias como esta, siga-nos no Google News.

Leia Também