Segurança reforçada: Jundiaí inicia instalação de 175 novas câmeras

Previsto no Plano Municipal de Segurança, o monitoramento por câmeras em Jundiaí ganha novos ‘olhos’ com o investimento realizado através da Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM), para a instalação de 175 câmeras de monitoramento de alta tecnologia em toda a cidade. Os pontos abrangerão vias de acesso à entrada e saída da cidade que ainda não tinham a cobertura, além de avenidas e vias em geral.




Com a ampliação, Jundiaí contará com 460 câmeras e dobrará o sistema instalado pela Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun) e operacionalizado pela Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ). O aparato da Central de Monitoramento, que está em fase final de construção no prédio do Centro Integrado de Emergência e Segurança (Cies), terá recursos modernos e infraestrutura de ponta para a ampliação da segurança na cidade.

“Segurança é essencial para uma cidade com qualidade de vida, como é Jundiaí. Para que isso, foram investidos mais de R$ 100 milhões em infraestrutura para nova sede, que terá uma central de monitoramento moderna, com tecnologia de ponta para receber e processar as imagens captadas pelas câmeras, em toda a cidade. É investimento de qualidade para a segurança da população”, comemora o prefeito Luiz Fernando Machado.

Nesta etapa, serão instaladas câmeras de leitura de placas em sete novas áreas da cidade até o final do ano. A instalação já foi iniciada. As câmeras já instaladas – ainda em 2012 – também serão renovadas para, por modelos mais eficientes com capacidade de além da gestão de imagens, também farão leitura de placas, identificação de padrões como: contagem de pessoas, veículos, entre outros. O mesmo acontecerá com as duas câmeras instaladas na Serra do Japi, que serão substituídas por câmeras térmicas com a capacidade de identificar focos de incêndio.

Ampliação

“A tecnologia que está sendo empregada nas câmeras e na central de monitoramento é equivalente às utilizadas por capitas como Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. Os softwares disponibilizarão dados analíticos, como contagem de pessoas, fluxo, orientação e monitoramento de situações, como esquecimento de objetos, entre outros”, comenta o presidente da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), Amauri Marquezi.

Tanto a aquisição das câmeras e implantação das instalações lógicas para a ligação de pontos em toda a cidade até a central estão sendo realizadas ela Cijun. A companhia também é responsável pela implantação da infraestrutura para a integração dos dados entre os serviços que estarão instalados no CIES – SAMU – Defesa Civil – Trânsito – GM, além de hardware para a operacionalização do sistema, inclusive drones, que também fazem parte da estrutura lógica de segurança de grandes eventos e operações especiais. O investimento específico é de R$ 15 milhões.

Fonte: Prefeitura de Jundiaí


Postar um comentário

0 Comentários

Leia também