Pesquisar

Ministro das Comunicações do Governo Lula, Juscelino Filho, é Indiciado pela Polícia Federal em Caso de Desvio de Emendas


A Polícia Federal indiciou o ministro das Comunicações, Juscelino Filho (União Brasil), por organização criminosa e corrupção passiva, em um inquérito que investiga suspeitas de desvio de emendas parlamentares no Maranhão. A cidade envolvida é Vitorino Freire, administrada por sua irmã, Luanna Rezende, retomando o cargo após decisão do STF. É o primeiro indiciamento de um ministro durante o atual mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

O relatório final das investigações da PF foi encaminhado à Corte, e Juscelino ainda não se manifestou sobre o indiciamento. Em nota anterior, o Ministério das Comunicações havia afirmado que Juscelino é vítima de acusação injusta, destacando sua conduta ética e responsável.

A emenda parlamentar investigada foi indicada por Juscelino quando era deputado federal, e segundo a CGU, 80% da estrada pavimentada beneficiou propriedades dele e de familiares. O ministro defende que as emendas foram legais e beneficiaram 11 povoados de Vitorino Freire, resolvendo demandas antigas da população.

As investigações apontam Juscelino como integrante de uma organização criminosa com base em mensagens analisadas no celular de um empresário envolvido no caso. O ministro prestou um breve depoimento à PF, criticando a condução do inquérito, comparando-a à Operação Lava Jato.

Leia Também