MDB Se Articula para Compor Chapa com Lula em 2026



O MDB, conhecido por sua longa influência política, agora busca um papel importante na chapa presidencial de 2026, planejando indicar um vice-presidente. Com uma história de poder e liderança, o partido vê na parceria com Lula uma oportunidade de retornar ao centro do palco político.

A meta é clara: emplacar um correligionário como vice na chapa de Lula. Para isso, o partido já tem três pré-candidatos em mente. Renan Filho, atual ministro dos Transportes e filho do influente senador Renan Calheiros, é um dos principais defensores dessa estratégia. Jovem e nordestino, ele vê na vice-presidência um trampolim para seus próprios planos políticos.

Outro nome forte é Helder Barbalho, governador do Pará, que se destacou dentro do partido ao eleger um número recorde de deputados federais pelo estado. Ele também será o anfitrião da COP30 em 2025, o que lhe dará destaque nacional e internacional.

Simone Tebet, ministra do Planejamento, representa o eleitorado feminino e é vista como uma política preparada e moderada. Sua presença na chapa poderia agregar representatividade e preparo.

Embora o MDB enfrente desafios históricos e precise superar a desconfiança gerada pelo impeachment de Dilma Rousseff, Lula, em nome de seus interesses políticos, pode considerar essa parceria. O partido está confiante em sua força política e busca se posicionar como uma alternativa viável para a vice-presidência em 2026.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também