Empresário de Jundiaí é Indiciado por Golpe de Pirâmide de R$ 8 Milhões


Um empresário de Jundiaí foi indiciado por envolvimento em um esquema de pirâmide financeira que causou prejuízos de mais de R$ 8 milhões. O suspeito, que foi detido por guardas municipais durante uma ocorrência de desinteligência familiar, acabou na sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) nesta quarta-feira (5).

Indiciamento na DIG

Na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o empresário foi indiciado por três crimes: estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. O esquema utilizava uma holding para atrair investidores, causando significativos prejuízos a diversas pessoas.

Investigação e Detenção

De acordo com o Jornal de Jundiaí, o empresário foi inicialmente levado a uma delegacia local devido a uma briga familiar. Lá, descobriu-se que ele estava sendo investigado pela DIG desde novembro de 2022, quando o inquérito policial foi instaurado. A polícia buscava o empresário para prestar depoimento, mas ele não havia sido encontrado até então.

Prejuízos e Vítimas

As vítimas, que aderiram ao esquema de pirâmide, somam entre 15 e 18 pessoas, todas lesadas em 2022. Além disso, duas novas vítimas se apresentaram na DIG para registrar boletim de ocorrência. Após ser ouvido na DIG, o empresário foi liberado para responder ao processo em liberdade, já que não houve flagrante.

Acompanhe o Itupeva Agora

Fique informado sobre as últimas notícias de Jundiaí e região favoritando a página do Itupeva Agora no Google Notícias.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também