Pesquisar

Crescem Reclamações de Dengue em Itupeva: Moradores Cobram Ações da Prefeitura


Itupeva enfrenta um surto preocupante de dengue. Moradores do Bairro da Chave, especialmente da Rua Maria Cavagnoli Mullunhone, têm reportado um aumento significativo de casos da doença, gerando grande preocupação entre a população.

Segundo relatos dos residentes, apesar das diversas denúncias feitas ao serviço 156, nenhuma ação efetiva foi tomada pelas autoridades municipais para combater o avanço da dengue. "Já fiz várias denúncias no 156 e nada." desabafa um morador.

A ausência de medidas preventivas tem sido um ponto crítico nas reclamações dos habitantes, principalmente nas região de chácaras. A presença de muitas chácaras na região agrava a situação, pois a falta de inspeção e controle favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Crescimento dos Casos

Os dados atualizados em 05/06/2024 mostram um aumento alarmante dos casos de dengue em Itupeva:

  • Janeiro: 11 casos
  • Fevereiro: 37 casos
  • Março: 97 casos
  • Abril: 175 casos
  • Maio: 138 casos
  • Total até o momento: 458 casos

Casos descartados: 550

Início da Vacinação Contra a Dengue

Em resposta à crescente preocupação, a Prefeitura de Itupeva iniciou recentemente a vacinação de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos contra a dengue. O lote de vacinas, composto por 1240 doses, foi entregue pelo Estado para a Secretaria da Saúde como parte da 1ª remessa para a operacionalização da estratégia de imunização contra a doença.

Detalhes da Vacinação

A aplicação das vacinas será realizada somente na presença dos pais ou responsável legal, em todas as Unidades Básicas de Saúde do município, de acordo com o horário estipulado em cada uma delas. Para ser vacinado, o adolescente precisa apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Cartão Nacional do SUS, Carteirinha de Vacinação e comprovante de endereço no nome de um dos pais.

Esquema Vacinal

Para a imunização completa, as crianças e adolescentes receberão duas doses com intervalo de três meses entre elas. Se houver confirmação de infecção pelo vírus da dengue, é recomendável aguardar seis meses para iniciar a vacinação.

Leia Também