Pesquisar

Basquete Sub-15 fecha primeiro turno com mais uma vitória na Associação Regional




O basquete feminino sub-15 da Prefeitura de Itupeva encerrou o primeiro turno da Associação Regional de Basquete (ARB) conquistando mais uma vitória, nesse domingo (23), quando foi até Americana e não tomou conhecimento do time da Casa, vencendo por 56 a 18.

Itupeva demonstrou um ritmo intenso com rápidos contra-ataques, finalizando o primeiro quarto com uma vantagem de 17 pontos. No segundo quarto, a equipe manteve o mesmo ritmo mas encontrou melhor postada a defesa de Americana, que aprimorou também seu aproveitamento de acertos nos arremessos. No terceiro quarto, as adversárias mantiveram a melhor defesa e também o percentual de acertos no ataque, vencendo o quarto. Mas na última parcial, Itupeva voltou com o mesmo ritmo forte do início do jogo e venceu bem a partida.

Eduarda Matos, de Itupeva, foi a cestinha do jogo, com 22 pontos. 

Com o resultado, a equipe termina o turno em terceiro lugar, com quatro vitórias e duas derrotas, atrás apenas da invicta Prefeitura de Casa Branca e de Sesi Undesport Araraquara, que sofreu apenas uma derrota.

Nesta competição Itupeva conta com apoio da Sicoob, que doou os novos uniformes.

Além de Itupeva, disputam essa categoria da ARB: Prefeitura de Americana, Prefeitura de Casa Branca, Sesi Fundesport Araraquara, Prefeitura de Cordeirópolis, Prefeitura de Itu e Prefeitura de São José do Rio Pardo.

Jogaram as seguintes atletas por Itupeva : Yasmin, Duda, Bia Alonso ,Mayane, Lohainny, Giovanna, Larissa, Ana Beatriz,Carol, Sophia e Rhayane. O téncico é o professor Maurício Gobi.

Sub-12 masculino participou de Festival em Valinhos



No sábado (22), a equipe sub-12 da Prefeitura esteve no Clube Valinhense, em Valinhos, para participar de festival da Liga Metropolitana de Basquete.

Na primeira partida, os itupevenses mostraram um jogo coeso e organizado, e venceram Itatiba por 25 a 19.

Já no segundo jogo, mesmo mantendo o ritmo do primeiro confronto, sofreu contra um time com maior potencial físico e perdeu por 19 a 13.

Segundo o professor Victor Hugo Crisol, técnico da equipe, os garotos demonstraram bons fundamentos do jogo e se organizaram bem. Mas a falta de alguns atletas, que não puderam competir, também atrapalhou a rotação da equipe, o que também possibilitou mais rodagem a alguns dos jogadores.

Foram à quadra Davy, Miguel, Vitor, Vinicius, André, Lucas, Israel e kaue. 


Leia Também