NeuralMed Anuncia Novas Oportunidades de Trabalho Home Office

 São Paulo, 20 de maio de 2024 — A NeuralMed, empresa pioneira na utilização de Inteligência Artificial para otimização de processos no setor de saúde, está com novas vagas abertas para trabalho 100% remoto. Fundada em 2018, a NeuralMed se destaca por desenvolver soluções inovadoras que assistem médicos no diagnóstico de patologias, sem substituir a expertise dos profissionais de saúde.



Sobre a NeuralMed

A NeuralMed utiliza algoritmos proprietários para análise de imagens e textos médicos em tempo real, incluindo exames de Raio X, Tomografia e Eletrocardiograma. Essas tecnologias são capazes de organizar o fluxo de pacientes por criticidade, auxiliar na identificação de patologias e na estruturação de laudos médicos, integrando-se facilmente a qualquer sistema existente.

"Nossas soluções não alteram o fluxo de trabalho clínico já existente, mas conferem maior eficiência e precisão, beneficiando todo o ecossistema de saúde", afirma a empresa.

Vagas Disponíveis

Atualmente, a NeuralMed está com três vagas abertas para profissionais interessados em integrar sua equipe de forma remota:

  1. Analista de Integração

    • Local: 100% Remoto
    • Função: Responsável pela integração de sistemas e dados, garantindo a interoperabilidade das soluções da NeuralMed com os sistemas de saúde dos clientes.
  2. Desenvolvedor Backend (Área de Dados)

    • Local: 100% Remoto
    • Função: Foco no desenvolvimento de soluções de backend, com ênfase na manipulação e análise de grandes volumes de dados médicos.
  3. Desenvolvedor Backend

    • Local: 100% Remoto
    • Função: Desenvolvimento de APIs e serviços backend para suportar as aplicações de IA da NeuralMed.

Benefícios

A NeuralMed oferece um pacote de benefícios atraente que inclui plano de saúde, vale-refeição (VR) e vale-alimentação (VA), além de seguro de vida. Os benefícios podem variar conforme a posição e o formato de contratação.

Os interessados podem saber mais e enviar seus currículos através da Remotar.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também