Mistério: casal encontrado morto em casa com 24h de diferença

 Em Itaiópolis, Santa Catarina, um casal foi encontrado morto em uma residência na zona rural, com um intervalo de menos de 24 horas entre os óbitos. Ângela Maria Kazmierczak Partala, de 44 anos, foi encontrada sem vida no domingo, enquanto Gerônimo Kosmala, de 58 anos, foi encontrado na segunda-feira.



A Polícia Civil investiga as mortes, que intrigam os investigadores pela ausência de sinais de violência nos corpos. O delegado responsável pelo caso, Eduardo Borges, afirmou que o casal tinha um relacionamento, mas não morava junto. A casa onde os corpos foram achados pertencia a Gerônimo, e Ângela estava passando alguns dias no local.

Os agentes policiais foram chamados à residência no domingo devido à morte de Ângela e retornaram menos de 24 horas depois, acionados pela sobrinha de Gerônimo, que também mora no local, para constatar o óbito do homem.

A falta de marcas de agressão ou outras evidências dificulta a identificação da causa das mortes. A polícia aguarda os laudos periciais para determinar as circunstâncias dos óbitos e segue investigando todas as linhas possíveis.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também