Jovem de 16 anos mata pais adotivos e incendeia quarto

Um adolescente de 16 anos foi detido em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite de quinta-feira (23), sob a acusação de homicídio dos pais adotivos. Segundo a polícia, o jovem confessou ter matado o casal a marteladas após uma discussão sobre sua participação em uma aula de jiu-jítsu.

O próprio adolescente acionou a polícia e o corpo de bombeiros após o crime. Ao chegarem ao local, os agentes encontraram o segundo andar da residência em chamas e os corpos das vítimas no quarto. O jovem relatou ter saído para lanchar com um amigo após o crime e, ao retornar, ateou fogo no cômodo.


O adolescente vivia com a família desde 2014 e era o caçula de quatro irmãos, cada um adotado por uma família diferente. O irmão mais velho do jovem afirmou que os pais adotivos eram amorosos, mas o adolescente apresentava comportamento agressivo.

Os bombeiros controlaram o incêndio, e a polícia civil realizou perícia no local. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também