Colsan de Jundiaí precisa de doações de sangue

 O Banco de Sangue de Jundiaí está precisando de doações. Os tipos sanguíneos mais necessários são O+ e O-, embora qualquer doação seja bem-vinda. Esses tipos são conhecidos como “sangue universal” porque são compatíveis para transplantes em pacientes de qualquer tipo sanguíneo. Com os estoques baixos, o hemocentro fica impossibilitado de atender emergências e situações críticas nos hospitais da região.

A Colsan atende 12 hospitais em Jundiaí e região, sendo o Hospital São Vicente o maior receptor, com uma demanda de 1.000 a 1.300 bolsas de sangue por mês. Cada doação pode salvar até quatro vidas. No entanto, o mesmo doador não pode doar mensalmente: o intervalo entre doações é de 90 dias para mulheres e 60 dias para homens.

Os tipos sanguíneos mais necessários são O+ e O-, embora qualquer doação seja bem-vinda.

Para doar, é necessário ter entre 16 e 69 anos (com a primeira doação feita antes dos 60 anos), apresentar um documento com foto e passar por triagem e entrevista clínica. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados por um responsável.

O doador deve pesar mais de 51 quilos, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas e estar bem alimentado. A doação de sangue é um procedimento seguro e saudável, e, em situações de risco aumentado, a doação é autorizada.

Os interessados em doar devem procurar a Colsan, localizada na rua 15 de Novembro, 1498. O telefone para contato é (11) 4521-4025.

Fonte: TVTEC Jundiaí / Imagem: Divulgação


Postar um comentário

0 Comentários

Leia também