Pesquisar

Jundiaí: Guarda civil prende mulher que matou marido a machadadas após sofrer abusos



Uma mulher de 53 anos foi presa na noite de sábado (30) na Ponte São João, em Jundiaí. Ela foi condenada a 16 anos e 4 meses de reclusão por assassinar o marido a machadadas em julho de 2020, no bairro Jundiaí Mirim. Ela foi capturada durante um patrulhamento de rotina realizado por agentes da Guarda Municipal de Apoio Tático.

Identificada pelos guardas municipais, a acusada estava em uma situação que parecia de rua. Durante a abordagem, os agentes conseguiram confirmar sua identidade e entender as circunstâncias do crime relatadas por ela.

Conforme seu relato, o homicídio foi uma resposta às constantes agressões físicas e psicológicas perpetradas pelo marido, incluindo cuspir em sua comida e forçá-la a comer, além de obrigá-la a manter relações sexuais sem proteção, apesar de seu conhecimento sobre ser portador do vírus HIV.

Ela foi encaminhada ao Plantão Policial, onde sua prisão foi formalizada.

Fonte: Jornal de Jundiaí

Leia Também