Pesquisar

Fraude na Passarela: Agência de Modelos Infantil em Jundiaí é Desmascarada por Estelionato



Em uma operação realizada na quinta-feira, a polícia de Jundiaí prendeu três indivíduos - dois homens e uma mulher - que operavam uma agência de modelos infantis. Eles são suspeitos de estelionato e associação criminosa.

Segundo as investigações, os suspeitos criavam contratos falsos com empresas que supostamente contratariam as crianças agenciadas por eles. A chefe de investigação, Vanessa, relatou que as prisões foram resultado de denúncias e investigações subsequentes.

Ela explicou: “Hoje, nós do 1º DP de Jundiaí, após investigações, prendemos em flagrante esses três indivíduos que agenciavam modelos infantis para trabalhos publicitários para várias empresas. As vítimas vieram até a delegacia para registrar ocorrências de estelionato, pois levaram seus filhos para tirar fotos e assinar contratos com promessas de serviços de modelagem para várias empresas”.

A agência cobrava cerca de R$3 mil e deduzia os valores dos cachês. No entanto, a equipe de investigação entrou em contato com as empresas que a agência de Jundiaí afirmava ter contratos de serviço e descobriu que todas negaram ter contratado os serviços de publicidade da empresa de Jundiaí.

Quando chegaram à agência, localizada no centro de Jundiaí, as investigadoras encontraram várias vítimas menores de idade tirando fotos. Todos os envolvidos foram levados à delegacia e as prisões foram formalizadas.

Os presos têm várias passagens por estelionato. Um deles é bem conhecido e aparece em várias reportagens por aplicar golpes de agenciamento de modelos infantis, além de oferecer cursos profissionalizantes e vagas de emprego.

Durante a operação, foram apreendidos dois leitores de cartão e um notebook, que serão submetidos à perícia.