Pesquisar

Casamentos entre pessoas do mesmo sexo registra alta histórica no Brasil em 2022

 


Em 2022, o Brasil presenciou um aumento histórico no casamento entre pessoas do mesmo sexo, com um crescimento de 20%, o maior desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união homoafetiva.

Dados em Números

Dos 970 mil casamentos civis registrados no ano, 11 mil foram entre pessoas do mesmo sexo, o que equivale a aproximadamente 1% do total.

Predomínio Feminino e Distribuição Regional

A maioria dessas uniões ocorreu entre mulheres. Quanto à distribuição geográfica, as regiões Norte, Sudeste e Sul apresentaram os maiores percentuais de casamentos homoafetivos, indicando uma tendência de aceitação mais ampla em determinadas partes do país.

Contexto Político e Social

O recorde de uniões homoafetivas em 2022 ocorre em um contexto de debates políticos e sociais significativos. No mesmo ano, parlamentares no Congresso Nacional revisitaram um projeto de lei que propunha a proibição da união homoafetiva, gerando preocupações na comunidade LGBTQIA+.

Tendências Gerais de Casamento e Divórcio

Além do aumento nas uniões homoafetivas, os casamentos em geral no Brasil voltaram a crescer após um período de declínio entre 2015 e 2020, com um aumento de 5% em 2022. Por outro lado, a taxa de divórcios também subiu, registrando quase 9%, com um total de 420 mil separações. O tempo médio de duração dos casamentos até o divórcio diminuiu de 17 para 14 anos, refletindo mudanças nas dinâmicas relacionais da sociedade.

Fonte: The News

Leia Também