Pesquisar

Mulher Adquire celular de Origem Ilícita em Rifa Online e é Detida em Várzea Paulista


Em Várzea Paulista, uma mulher de 37 anos foi detida pela Polícia Civil no bairro Parque Guarani, acusada de receptação. A prisão ocorreu após a identificação de que ela possuía um dos 92 celulares roubados em um assalto em Louveira, no dia 15 de janeiro. Apresentada à delegacia de Louveira, a vendedora declarou ao delegado Rodrigo Carvalhaes ter adquirido o dispositivo por meio de um grupo de rifas no WhatsApp.

Após o pagamento de uma fiança de R$ 1.400, a acusada foi liberada para aguardar o processo em liberdade. A investigação iniciou-se logo após o roubo dos aparelhos, com a polícia solicitando o rastreamento dos mesmos às empresas, caso fossem registrados e ativados. Esse esforço levou os detetives até a residência da mulher no Parque Guarani, onde o celular roubado foi cadastrado.

Durante a operação, a detida entregou voluntariamente o aparelho aos detetives e foi, consequentemente, presa. Ela relatou ter comprado um celular Samsung A05 por R$ 500 de outra participante do grupo de rifas, sem pesquisar previamente o valor de mercado do aparelho ou estar ciente de sua procedência ilícita. A mulher efetuou o pagamento via PIX.

Com a fiança paga, ela obteve a liberação, mas o celular foi apreendido e o caso continua sob investigação para apurar todas as circunstâncias envolvidas. 

Leia Também