Pesquisar

Fisioterapeuta Denuncia Furto de Cabelo Por Cabeleireiro Após Tratamento de Câncer



Em um caso que ganhou atenção em Fortaleza, Ceará, uma fisioterapeuta colombiana naturalizada brasileira, Kate Reyes, enfrentou um desafio inesperado em sua jornada contra o câncer. Após completar seu tratamento de quimioterapia, que resultou na perda de seus cabelos, Kate planejava utilizar cabelo doado por amigos para um procedimento de alongamento capilar. No entanto, o profissional contratado para realizar a aplicação é agora acusado de furto do material doado, um incidente que afetou profundamente a recuperada.

Kate Reyes compartilhou sua luta contra o câncer nas redes sociais em setembro de 2023, revelando como a doença levou à perda de seus cabelos, que ela descreveu com carinho por serem longos e pretos. A história emocionou amigos no Brasil e na Colômbia, que se mobilizaram enviando um total de 825 gramas de cabelo, avaliados em aproximadamente R$ 7.000. Essas doações representaram não apenas um gesto de solidariedade, mas também uma esperança de recuperação da identidade e autoestima perdidas durante o tratamento.

Inicialmente, o plano de Kate era confeccionar uma peruca com as doações recebidas. Contudo, ela decidiu optar por um procedimento de aplicação capilar, no qual o cabelo doado é fixado ao cabelo natural existente, visando um aspecto mais volumoso e natural. Para isso, ela contou com a assistência de um cabeleireiro local, cuja identidade não foi revelada, mas que agora enfrenta acusações de furto do cabelo doado.

Após entregar parte do cabelo ao profissional, Kate foi persuadida a fornecer todo o material sob a promessa de um resultado mais satisfatório. Desde a entrega, contudo, enfrenta dificuldades em estabelecer contato com o cabeleireiro, que chegou a bloqueá-la nas redes sociais e, posteriormente, ofereceu devolver apenas uma fração do material doado, alegando não possuir mais o restante.

A situação levou Kate a registrar um boletim de ocorrência e a buscar ajuda das autoridades locais para resolver o caso. O incidente não só causou angústia emocional, mas também agravou sua condição de saúde, segundo relatos. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará foi contatada para comentar sobre o andamento das investigações, mas até o momento, não foram divulgadas atualizações oficiais sobre o caso.

!-->