Pesquisar

FIFA entrega Ata Juramentada e Oficializa Primeiro Mundial de Clubes do Palmeiras


Em uma cerimônia histórica realizada em 1º de março de 2024, o Palmeiras recebeu da FIFA a ata oficial que reconhece o clube como o primeiro campeão mundial de clubes, graças à sua conquista na Copa Rio de 1951. O documento, traduzido juridicamente para o português, simboliza a consolidação de um feito histórico para o futebol brasileiro e mundial, ratificando a importância daquela competição como a precursora dos mundiais de clubes como conhecemos hoje.

O evento contou com a presença de ex-jogadores, ex-presidentes do clube e a figura emblemática de Aldo Rebelo, ex-ministro do Esporte, que teve papel fundamental nesse reconhecimento. Rebelo, destacando a relevância da disputa de 1951, mencionou: "Quero registrar que a luta mais verdadeira e mais importante foi em 1951, entre os jogadores do Palmeiras e da Juventus, que era praticamente uma seleção". 

A Copa Rio de 1951, agora oficialmente reconhecida como o primeiro campeonato mundial de clubes, foi um marco no futebol. O torneio reuniu algumas das melhores equipes da época, em um formato que prenunciava as futuras competições globais de clubes. A final, disputada contra a Juventus, destacou-se não apenas pela qualidade técnica em campo, mas também pelo simbolismo de unir diferentes nações através do esporte, em um período de reconstrução pós-Segunda Guerra Mundial.


Veja o Gol que deu o Titulo ao Palmeiras



O que foi a Copa Rio de 1951



O interesse da FIFA em organizar um mundial de clubes remonta ao início da década de 1950, impulsionado pelo sucesso da Copa do Mundo de 1950. A Copa Rio Internacional, idealizada em julho de 1950, visava reunir os campeões nacionais dos países participantes da Copa do Mundo, inicialmente planejada para contar com 16 equipes, o mesmo número de seleções que disputaram o mundial daquele ano. No entanto, dificuldades logísticas reduziram o número de participantes para oito, incluindo representantes dos dois principais estados do Brasil, Portugal, e de países destacados na Copa do Mundo de 1950, além de equipes da França e Áustria que substituíram os convidados que declinaram.

A Copa Rio Internacional de 1951 foi realizada com grande entusiasmo, tanto por parte dos organizadores quanto dos participantes e da FIFA, com figuras como Jules Rimet e Stanley Rous expressando apoio pessoal à iniciativa. O torneio foi amplamente reconhecido como um "Mundial de Clubes", recebendo cobertura de jornais brasileiros e europeus que destacavam sua importância e ineditismo. Entre os participantes, equipes de renome como Palmeiras e Juventus disputaram o título, com o Palmeiras conquistando a vitória em um emocionante confronto final.

Além do seu significado esportivo, a Copa Rio de 1951 teve um impacto cultural considerável, especialmente no Brasil. A vitória do Palmeiras foi celebrada como um triunfo nacional, com a equipe sendo recebida com festa em São Paulo, evidenciando o papel do futebol na construção de identidades coletivas e na celebração de conquistas compartilhadas.

!-->