Pesquisar

Tragédia em Campinas: Homem Morto com Mais de 60 Disparos em Frente a Academia



Em um lamentável incidente ocorrido em Campinas, São Paulo, um homem de 40 anos, identificado como Jackson João Da Silva, foi brutalmente assassinado enquanto deixava uma academia. O crime, que ocorreu quando ele se dirigia ao seu carro, envolveu mais de sessenta tiros disparados, sendo que Jackson foi atingido por aproximadamente vinte deles.

De acordo com informações da polícia civil, o ataque foi realizado por dois indivíduos encapuzados, e havia um terceiro cúmplice que aguardava no veículo de fuga, um ônix branco. Este terceiro envolvido teria dado suporte aos atiradores durante a execução do crime.

O relatório do incidente detalha que os disparos começaram assim que Jackson se aproximou do seu veículo. Na tentativa de escapar, ele correu em direção à academia, mas foi alcançado e atingido. Mesmo após cair no chão, os agressores continuaram a disparar. Eles fugiram logo após o ataque.

A esposa de Jackson, que estava no mesmo local, correu para fora ao ser informada do ocorrido. Ele foi rapidamente levado para um hospital, mas infelizmente não sobreviveu aos ferimentos. A cena do crime foi analisada pela perícia, que encontrou 17 projéteis e 59 estojos de balas, a maioria de calibre 9 milímetros.

Em seu depoimento à polícia, a esposa afirmou desconhecer se Jackson havia recebido ameaças recentes ou se estava envolvido em desentendimentos. Ela revelou que ele trabalhava com a compra e venda de veículos de leilão. O caso foi registrado como homicídio no 11º Distrito Policial de Campinas, e o departamento de homicídios local está conduzindo as investigações.

Até o momento, as motivações do crime permanecem desconhecidas. A comunidade local está chocada com a violência do ataque, e a polícia continua a buscar pistas que possam levar à captura dos responsáveis.

!-->