Pesquisar

Professor de Geografia em Jundiaí é Detido por Acusações de Abuso Sexual a Alunas Menores



Na data de 17 de novembro, um incidente alarmante ocorreu em uma escola estadual em Jundiaí. Um professor de geografia foi detido sob acusações de abuso sexual contra duas estudantes de 12 anos. Segundo relatos, durante as aulas, o professor teria feito contato físico inapropriado com as alunas, incluindo toques nos seios de uma e carícias no rosto e costas de outra, acompanhadas de termos afetivos.

Desdobramentos da Situação

Após o ocorrido, mais quatro alunas da mesma faixa etária relataram ter sofrido abordagens sexuais inapropriadas pelo mesmo professor, inclusive com pedidos de fotografias de seus corpos. As vítimas, acompanhadas por responsáveis, foram à delegacia para registrar o caso.

Ação Policial e Institucional

Policiais militares, em patrulhamento de rotina, foram acionados pela direção da escola, que informou sobre as alegações de assédio sexual. As vítimas detalharam os incidentes aos policiais, resultando na detenção do professor.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou a prisão do suspeito, de 54 anos, por importunação sexual. O caso está agora sob investigação da Delegacia de Defesa da Mulher.

Posição da Secretaria da Educação

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) manifestou repúdio a qualquer forma de violência sexual, iniciando o processo de rescisão do contrato do professor envolvido. Medidas de apoio psicológico estão sendo providenciadas para as estudantes afetadas.

Privacidade e Segurança das Vítimas

Para proteger a privacidade das vítimas, o nome da escola não foi divulgado, e o caso segue em investigação com a devida seriedade e sigilo.

!-->