Agendar exame de mamografia em Jundiaí é fácil e rápido

 Com o pedido na mão, a diarista Angelita Sengbuch agendou sua mamografia anual e, na última semana, fez o exame. Ela sabe o quanto o procedimento é fundamental para a detecção do câncer de mama. Em Jundiaí, entre as ações do Outubro Rosa, a Prefeitura faz um chamado para mulheres a partir dos 40 anos realizarem o exame. Na cidade, basta ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS), Nova UBS ou Clínica da Família para manifestar o interesse e o enfermeiro ou médico emitirá a guia para o agendamento, que também é rápido e fácil.

“Passei por consulta na UBS Guanabara e saí com o pedido. No mesmo dia, houve o agendamento do exame. Foi tudo muito rápido. Eu nunca tive casos na família, mas eu busco fazer todos os preventivos, pois sei que se descobrir, já consigo tratar”, comentou Angelita.

Todas as mulheres a partir dos 40 anos devem fazer a mamografia

A professora Sueli Leme, usuária da UBS Esplanada, é outro exemplo. “Eu sempre realizo e há 20 anos, graças a mamografia, descobri um nódulo. Foi muito importante e hoje eu faço o acompanhamento necessário”, observou.

O câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo. Para o Brasil, são estimados 73.610 casos novos neste ano. O risco de 66,54 casos a cada 100 mil mulheres. A doença também ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as brasileiras, com taxa de mortalidade ajustada por idade, pela população mundial, para 2021, de 11,71/100 mil (18.139 óbitos). Na cidade, no primeiro semestre deste ano, foram diagnosticados 35 novos casos na rede pública de saúde.

“É uma doença silenciosa e a descoberta precoce é fundamental para o sucesso do tratamento. Ofertamos em torno de 2,4 mil mamografias por mês, sem redução do quantitativo nos últimos anos e registramos 30% de sobra, pois muitas deixam de procurar ou mesmo de ir na data agendada. Salientamos sempre a importância de as mulheres a partir dos 40 anos realizarem esse exame”, ressalta a diretora do Departamento de Regulação da Saúde, Fabiana Barrete.

Em 2022, foram feitas 21.974 mamografias no Município. Neste ano, até agosto, foram 13.767 procedimentos. O exame é realizado no Hospital Universitário (HU)/ICON ou na AFIP (Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa), por meio de agendamento prévio.

Angelita agendou no dia em que pegou a guia

Fluxo
Em Jundiaí, a rede de saúde também dispõe de fluxos bem estabelecidos para que o tratamento do câncer de mama seja adequado, levando em média, após a descoberta, 15 dias para o início da intervenção, prazo inferior ao preconizado pelo SUS. Durante todo o tratamento, a paciente também passa por equipe multiprofissional, incluindo os cuidados psicossociais.

“Ao longo do ano, a cidade também foca em ações de conscientização sobre a importância da adoção de bons hábitos, como alimentação saudável e prática de atividades físicas. Todos os equipamentos da Atenção Básica ofertam atividades coletivas para a promoção e prevenção em saúde. Para participar, basta o usuário procurar a unidade de referência para se informar sobre a programação”, acrescenta o gestor de Promoção da Saúde, Tiago Texera.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas