Presidente Lula e Janja consideram aquisição de Nova Aeronave Presidencial com custo estimado em R$ 400 Milhões

Compartilhe!



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa, Janja, estão avaliando a possibilidade de substituir o atual avião presidencial, um Airbus A319-ACJ apelidado de "Aerolula", por um modelo mais recente. De acordo com informações divulgadas por Marcelo Godoy no "Estado de S.Paulo", a Força Aérea Brasileira (FAB) apresentou um relatório ao governo sugerindo diferentes opções, com a alternativa mais acessível estimada em cerca de R$ 400 milhões.

Embora uma decisão final ainda não tenha sido tomada, o casal presidencial tem requisitos específicos para a nova aeronave. A FAB identificou um Airbus A330-200 como possível substituto, uma aeronave registrada em nome de uma empresa sediada na Suíça. Este modelo seria uma atualização do avião adquirido em 2004, que custou US$ 56,7 milhões.

O atual Airbus A319-ACJ comporta 12 assentos semi-leito e 114 assentos de classe econômica, divididos em três seções, além de uma suíte privada para o presidente. O espaço também inclui uma sala de reunião com assentos de couro e uma mesa de trabalho. Por outro lado, o Airbus A330-200 em consideração é similar aos aviões adquiridos pela FAB em 2022, durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. Estes modelos foram adaptados para transporte e reabastecimento aéreo.

Também foi discutida a opção de adaptar um dos Airbus atuais da FAB para atender às demandas do casal presidencial. No entanto, essa alternativa poderia elevar ainda mais os custos. De acordo com o relatório, Lula e Janja solicitaram modificações na suíte presidencial e a inclusão de aproximadamente 100 assentos semi-leito.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas