Homem é preso por assédio sexual após apalpar repórter ao vivo



Nessa terça-feira (12), a polícia espanhola prendeu um homem que assediou sexualmente uma repórter de televisão enquanto ela realizava uma transmissão ao vivo em Madri. A prisão ocorreu pouco tempo após o incidente e foi confirmada pela Polícia Nacional espanhola em uma publicação na rede social X, onde também foi divulgado um vídeo da detenção.

Isa Balado, a repórter em questão, estava cobrindo uma matéria sobre prisões em Madri para o programa "En boca de todos", do canal Cuatro, quando o indivíduo se aproximou dela por trás e apalpou suas nádegas. O ato foi observado tanto por espectadores quanto pelos apresentadores do programa, que questionaram Balado sobre o que acabara de acontecer. Balado confirmou o assédio e confrontou o jovem, que negou o ato antes de acariciar os cabelos da jornalista. Veja o momento:

O incidente ocorre no contexto de uma recente reforma no Código Penal espanhol que categoriza todo abuso sexual como agressão sexual, incluindo qualquer forma de violência sexual. A ministra da Igualdade em exercício, Irene Montero, afirmou em uma publicação na rede social X que "toques não consensuais são violência sexual" e que "a impunidade deve acabar".

Esse episódio de assédio ocorre pouco depois de outra polêmica envolvendo a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O presidente da entidade, Luis Rubiales, renunciou ao cargo após beijar não consensualmente a jogadora Jenni Hermoso, gerando indignação tanto nacional quanto internacional. Rubiales deverá responder pelo episódio diante de um juiz na próxima sexta-feira.

Com informações do UOL.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas