Pesquisar

Detenta na Paraíba é flagrada produzindo fotos e vídeos para plataforma adulta

reprodução redes sociais


Uma detenta identificada como Brenda Ferreira, da Penitenciária Feminina de Patos, na Paraíba, gerou polêmica após produzir fotos e vídeos íntimos para venda em plataformas adultas. O conteúdo acabou vazando e ganhando ampla visibilidade nas redes sociais.

Segundo informações, a direção da penitenciária realizou uma revista na cela de Brenda, resultando na apreensão de um telefone celular, carregador e fone de ouvido. Em consequência do incidente, Alessandra Malaquias, diretora do presídio, anunciou que Brenda deverá sair do OnlyFans, um serviço de conteúdo adulto.

Brenda foi presa em fevereiro do ano passado, acusada de ser mandante do assassinato de um homem.

O caso também levantou questões sobre a segurança nos presídios paraibanos. A Secretaria da Administração Penitenciária da Paraíba (Seap) informou que todas as providências estão sendo tomadas e que o incidente não reflete a realidade do sistema prisional do estado.

O deputado estadual Walber Virgulino, ex-secretário da Seap, afirmou que o caso expõe falhas na segurança pública e defendeu a instalação de bloqueadores de celular nas unidades prisionais.

Com informações do UOL.

Notícias Relacionadas