MC Marcinho, Pioneiro do Funk Carioca, Falece aos 45 Anos Após Batalha de Saúde

Compartilhe!


<essa matéria foi atualizada no dia 26 com a confirmação da morte do artista>

O renomado cantor do cenário musical do funk, MC Marcinho, faleceu neste sabado, 26, aos 45 anos de idade. O artista estava hospitalizado desde o dia 27 de junho, enfrentando complicações de saúde relacionadas a problemas cardíacos e renais, além de ter sido afetado por uma infecção generalizada. Em 22 de agosto, seus familiares haviam solicitado doações de sangue em prol do cantor.

A situação se agravou quando o cantor teve sua elegibilidade para transplante de órgãos revista. Seguindo as diretrizes do Sistema Nacional de Transplantes, é necessário que o receptor apresente condições mínimas para suportar a cirurgia e a adaptação ao órgão transplantado. No caso de MC Marcinho, ele não preenchia mais esses requisitos, resultando em sua remoção da lista de espera.

No dia 14 de agosto, MC Marcinho passou por um procedimento para implante de um 'coração artificial', um dispositivo com duração intermediária projetado para operar por um período de três a quatro meses. Contudo, após alguns dias, seu estado de saúde deteriorou e ele não resistiu.

MC Marcinho, nome verdadeiro Marcelo Fernandes Vieira, era um cantor e compositor brasileiro, reconhecido como um dos pioneiros do movimento funk carioca. Ele alcançou notoriedade principalmente nos anos 2000, com sua música que fusionava elementos do funk, hip-hop e pop.

Uma de suas faixas mais icônicas é "Glamurosa", lançada em 2005, que se tornou um grande sucesso em todo o Brasil. A batida contagiante dessa canção teve um papel fundamental na popularização do gênero funk carioca.

Além de "Glamurosa", MC Marcinho também lançou outras músicas que conquistaram destaque, como "Rap do Solitário" e "Garota Nota 100", entre outras.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas