Pesquisar

Palmeiras empata em jogo polêmico contra Atlético-MG no Mineirão, com gol anulado e confusão pós-partida


Em um confronto recheado de controvérsias no Mineirão, o Palmeiras conseguiu segurar o Atlético-MG, garantindo um ponto valioso na disputa do Brasileirão, competição onde a consistência é premiada. O resultado não é nada desprezível, e o clube alviverde retorna para São Paulo com uma sensação de satisfação.

No entanto, a partida foi ofuscada por uma série de polêmicas. A primeira delas ocorreu após o gol espetacular de Rony, o número 10 do Palmeiras. Ao se antecipar aos defensores adversários, após uma descoordenação entre Nathan Silva e Jemerson, ele conseguiu fazer uma linda bicicleta e marcar um gol, deixando o goleiro Everson sem ação.

Infelizmente, este gol não foi validado. O árbitro Bráulio da Silva Machado, com o auxílio do VAR, anulou o gol devido a uma posição de impedimento de Rony no início da jogada, após um passe de Raphael Veiga. O ponto de discórdia aqui foi o ângulo da câmera que o árbitro de vídeo usou para determinar a posição irregular, o que gerou indignação entre os fãs do Palmeiras nas redes sociais, com a palavra "roubo" se tornando um dos termos mais usados no Twitter após o gol anulado.

No segundo tempo, outra controvérsia surgiu, desta vez envolvendo o Atlético-MG. Após um escanteio, Hulk aproveitou o rebote e chutou a bola que acabou batendo no braço de Marcos Rocha. Os jogadores do Atlético-MG pediram insistentemente um pênalti, mas o árbitro Silva Machado não concedeu e nem mesmo consultou o VAR, causando intensas reclamações dos atleticanos.

A última e talvez a mais significativa polêmica ocorreu após o jogo, envolvendo o treinador do Palmeiras, Abel Ferreira. Ao presenciar uma discussão acalorada entre Anderson Barros e Ronei Cândido Alves, um dos assistentes da equipe de arbitragem, Abel interveio quando notou que o produtor da TV Globo, Pedro Spinelli, estava gravando a cena.

O treinador do Palmeiras pegou o celular das mãos do jornalista, tentando deletar a filmagem. No entanto, quando percebeu que estava sendo filmado por outro jornalista, da Rádio Itatiaia, ele abandonou a tentativa e entrou em uma discussão com o jornalista mineiro.

Notícias Relacionadas