Pesquisar

Deputado pede suspensão temporária de jogos eletrônicos violentos no Brasil após ataque em creche



O deputado Zé Trovão, do partido PL de Santa Catarina, fez um pedido ao Ministério da Justiça para suspender temporariamente, por 30 dias, jogos eletrônicos com conteúdo violento no Brasil. Ele citou o boato de que o autor do ataque à creche em Blumenau, na semana passada, jogava videogame. O parlamentar sugeriu a suspensão dos jogos que incitam comportamentos violentos, bem como a suspensão da venda até que a investigação sobre a motivação do ataque seja concluída.

Zé Trovão também pediu a criação de mecanismos de criminalização de conteúdos criminosos em computadores, como pedofilia, e debateu a adoção de medidas regulatórias para prevenir a violência e garantir a segurança de crianças e adolescentes.

No entanto, a suposta ligação do criminoso com jogos eletrônicos surgiu na internet e não foi confirmada pela Polícia Civil de Santa Catarina. Na verdade, não foi encontrada nenhuma relação com jogos eletrônicos no celular do terrorista. O pedido de suspensão levantou um debate sobre a relação entre jogos eletrônicos violentos e comportamentos agressivos em crianças e adolescentes. Alguns argumentam que há uma correlação entre os jogos e a violência, enquanto outros afirmam que não há evidências concretas para sustentar essa relação.

É importante que sejam realizados estudos e pesquisas aprofundadas sobre o assunto para que medidas eficazes possam ser adotadas para prevenir a violência na sociedade. O parlamentar pediu ao Ministro da Justiça, Flavio Dino, que investigue a relação entre jogos eletrônicos que incitam a violência, para identificar possíveis medidas que previnam a venda e uso deles.

!-->