Pesquisar

Creches de Jundiaí têm aulas de Educação Física

 Antes da chegada das crianças, um ambiente instigante e que convida a vencer desafios corporais com bolas, espaguetes, bambolês, cones, entre tantos outros objetos, é montado. Para aquecer, uma roda de música bem divertida. Assim são as aulas de Educação Física ofertadas às crianças de 0 a 3 anos nas escolas de Educação Infantil da rede municipal de ensino de Jundiaí.


Sob a condução de professores de Educação Física, as aulas ocorrem uma vez por semana. São 137 especialistas que passam por formação constante ofertada pela Unidade de Gestão de Educação (UGE), a partir do Programa Escola Inovadora que tem entre seus eixos principais: educação de boa qualidade, formação permanente dos educadores e ambiência escolar.

Em todas as creches, as aulas ocorrem uma vez por semana. Os espaços são preparados para receber as crianças

“É fundamental oportunizar para a criança, desde a primeiríssima infância, consciência corporal. A partir da observação, da escuta, do toque, do sentir e do movimento, elas se apropriam aos poucos de movimentos novos, dos ambientes, adquirem aprendizagens e têm um desenvolvimento global, ou seja, físico, social, afetivo e cognitivo. Jundiaí, com a educação física desde a creche, traz o especialista da área para atuar neste sentido, e isso é um diferencial”, ressalta a gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques.

“Jundiaí é a Cidade das Crianças e prioriza ações, por meio de políticas públicas de permanência, que favorecem o ser humano de maneira integral. Nas EMEBs são várias as práticas aprimoradas que permitem o desenvolvimento e também com que as nossas crianças sejam felizes. A Educação Física desde as creches é uma delas”, destaca o prefeito Luiz Fernando Machado.

Na EMEB Alvarina, as crianças mostraram o quanto aprenderam com os professores de educação física

Exemplo
Na EMEB Alvarina Barbosa Martins, no Jardim Bonfiglioli, a turma do G1 – um e dois anos de idade – esbanja alegria com as aulas da professora Maria Betânia Florêncio. Vários são os movimentos individuais e com os colegas.

“Faço a montagem de um espaço que convida a criança a brindar e começo a aula uma roda de música. Depois, eles escolhem a proposta: pular, jogar bola, bater com bastão, passar por obstáculos, enfim. O objetivo é que explorem as possibilidades, criem novos desafios, vivenciem diferentes brincadeiras, se locomovam no espaço, se socializem e ampliem a cultura”, relata a especialista.

“Esse é um trabalho que é realizado com muita preparação em cada creche, com ou sem a exploração de materiais, e que traz muita cultura corporal, estimulando as habilidades motoras, a interação com o outro, o brincar que é da infância e, para o futuro, o estímulo a prática de atividade física. Os pais aprovam a disciplina e incentivam”, acrescenta a coordenadora da Área de Educação Física da UGE, Fanny Hadad.

Atualmente, a rede municipal de ensino conta com 30 escolas de Educação Infantil, que atendem de 0 a 3 anos.

Assessoria de Imprensa
Foto: Fotógrafos PMJ


whatsapp sharing button
facebook sharing button
twitter sharing button
telegram sharing button
messenger sharing button
email sharing button
sharethis sharing button

Notícias Relacionadas