Pesquisar

Globo fora do ar? Site diz que governo prepara relatório para impedir renovação da concessão do canal

 

Reprodução TV Globo

O site NaTelinha trouxe informações atualizadas sobre a renovação de concessão da rede Globo, que já enviou a documentação necessária e pode continuar operando até que o processo seja concluído.

De acordo com o site, fontes internas do Ministério da Comunicação, dizem que após uma análise técnica não encontrar nenhuma irregularidade, servidores comissionados foram indicados para uma nova análise, que teria encontrado mais de 30 supostas irregularidades.

Ainda segundo o site, as fontes ouvidas teriam dito que as supostas irregularidades são genéricas e sequer representam algo impedido pela lei, como dizer que o canal se politizou, beneficiando determinado partido político em detrimento de outro, além de "perdas dos valores familiares, observados em cenas de novelas".

Para renovar a concessão, o canal enviou a documentação necessária, primeiro para o Ministério das Comunicações. Após análise, é emitido um parecer técnico favorável ou contrário ao pedido de renovação, com o laudo encaminhado para o gabinete do presidente da República. Em seguida, toda a documentação e o parecer é encaminhado ao Congresso, que vai, em votação em dois turnos, votar contra ou a favor da renovação. E é aí que a Globo se mostra tranquila, por ter bom relacionamento com a maioria dos parlamentares e acreditar que também seriam seguidos critérios técnicos e não ideológicos na análise.

Em último caso, de não renovação, a Globo perderia a concessão das praças de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, continuando a operar nos outros locais e, para suprir a ausência na TV aberta, utilizaria o Globoplay para transmissão. 

Notícias Relacionadas