Pesquisar

Dores nas pernas: quando buscar um especialista?



Neste mês, é comemorado o Dia do Médico (18/10), uma data que acende o alerta para realizar check-ups periodicamente. Muitas doenças, quando diagnosticadas em fase inicial, têm maior possibilidade de cura como, por exemplo, aquelas que envolvem o sistema vascular que, de acordo com dados, matou mais de 230 mil brasileiros só no ano de 2021.


Uma simples caminhada pode ser um sufoco para algumas pessoas. Aquela dor nas pernas, sensação de cansaço, inchaço, entre outros sintomas, faz com que hábitos rotineiros se tornem um pesadelo na vida de muita gente. O que causa muita dúvida são os motivos para tais problemas, uma vez que nem sempre uma doença pode estar relacionada. Além disso, em determinadas situações, essas características são consequências de transtornos desenvolvidos em outros locais do corpo. 


Guilherme Jonas, angiologista e cirurgião vascular, comenta que as causas são variadas, portanto o primeiro passo é procurar um especialista. “Sentir um desconforto após um longo dia em pé, por exemplo, é normal. Porém, este é um caso isolado. O paciente deve ter em mente que nenhuma dor constante é comum. Ela pode ser consequência de hábitos recentes, velhos ou, até mesmo, sintomas de outras doenças. Por isso, procurar um profissional é sempre o mais recomendado”.


Principais causas

O especialista esclarece que os motivos para desenvolver dores nas pernas são inúmeros e dependem muito do hábito de cada indivíduo. “O que muita gente não sabe é que, na maioria das vezes, o problema pode ser melhorado com tratamentos simples ou uma mudança na rotina”, afirma.


O médico também cita que atividades que exigem ficar muito tempo em pé ou sentado, má postura, entre outras práticas, são prejudiciais. “Além disso, as dores podem surgir por causa de outras doenças. Nesse sentido, a atenção deve ser redobrada. A obesidade, histórico de trombose venosa e deficiência na circulação arterial são alguns dos motivos mais comuns. Portanto, é importante salientar a necessidade de avaliar o problema com um profissional e encontrar a verdadeira causa”, destaca.


Fonte: Guilherme Jonas, médico angiologista e cirurgião vascular, especialista em cirurgia vascular pela SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular). CRMMG 44020, RQE 28561, 37143. 


Foto: Fonte internet

!-->