Pesquisar

Avaliações para corredores de ônibus serão feitas em mais vias

 Os dados da avaliação realizada entre segunda e terça-feira, na Avenida Jundiaí, pelas equipes da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT), estão sendo analisados pelos técnicos e serão discutidos com os moradores, empreendedores, motoristas e passageiros de ônibus, para a definição conjunta das melhores ações para a facilitação do transporte. A medida será testada em mais artérias da cidade, em locais ainda a serem definidos, sempre com o foco na identificação de pontos para a melhoria do fluxo viário – sendo o corredor de ônibus uma das opções -, redução do tempo do transporte público e fomento à economia local.

“As avaliações são ferramentas que constam no Plano Municipal de Mobilidade, que foi aprovado em abril, e tem como objetivo a melhoria da mobilidade e do transporte, com fomento de outros modais. Nos próximos dias serão feitas pesquisas com os motoristas, os usuários de transporte público e com os comerciantes e moradores da região da Avenida Jundiaí. As definições serão conjuntas para o melhor para a cidade”, ressalta o gestor da UGMT, Aloysio Queiroz.

DESCRIÇÃO DE IMAGEM: Veículo de fiscalização da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte estacionado em trecho da Avenida Jundiaí, para a orientação do fluxo de veículos sem as vagas de estacionamento na via
Avaliação realizada ao longo da segunda e terça-feira na avenida Jundiaí apontam pontos para melhorias

Segundo o diretor de Transportes da UGMT, Leslie Tealdi Litano, a metodologia de avaliação será empregada em mais vias da cidade. “O Plano Municipal de Mobilidade visa a melhoria de gargalos já identificados na cidade. O sistema de corredor de ônibus ou faixas exclusivas, a sincronização de semáforos para a circulação de pedestres, adequações em cruzamentos de vias do entorno, já foram identificadas e fazem parte do projeto que será avaliado”, argumenta o diretor.

Assessoria de Imprensa

!-->