Pesquisar

5 MOTIVOS PARA FAZER INTERCÂMBIO NOS EUA



Afinal de contas, graças ao cinema, aos programas de TV, literatura e claro as redes sociais, já estamos familiarizados com os costumes dos americanos, o formato da educação, bem como a cultura e tudo que certa a terra do tio Sam.

No entanto, de fato, você já se perguntou quais são os verdadeiros benefícios de fazer um intercâmbio nos EUA?  Como isso pode alavancar a formação e a carreira dos estudantes internacionais? 

“São muitos países dentro do mesmo país. Os Estados Unidos são o terceiro maior país do mundo, com uma diversidade enorme de paisagens, culturas, estilos de vida, gastronomias e condições climáticas. Quem faz intercâmbio nos Estados Unidos pode escolher entre cidades totalmente diferentes umas das outras. São muitos os motivos para estudar nesse país de dimensões continentais.”, comenta a CEO da Eagle Intercâmbio, primeira e única agência feita 100% de brasileiros no Vale do Silício.

 Ficou curioso para saber as vantagens? Abaixo a especialista em intercâmbio mostra alguns motivos para você se aventurar na terra do tio Sam, confira: 

Familiaridade: “Nós estamos acostumados a acompanhar séries americanas, assistimos a muitos filmes de Hollywood, somos fãs de cantores e bandas americanas e comemos hotdogs e hamburguers. Com essa proximidade da cultura americana, a evolução no inglês e adaptação de quem faz intercâmbio nos Estados Unidos costuma ser muito mais fácil do que a de quem opta por outros destinos.”, explica Arleth.

 Compras: “Eletrônicos, roupas, calçados e outros produtos de consumo são muito mais baratos por lá. Então, você pode aproveitar o seu intercâmbio nos Estados Unidos para renovar o guarda-roupas, conhecer novos gadgets ou adquirir aquele celular recém lançado.”, comenta a especialista

 Principal destino de intercambistas: “Os habitantes dos Estados Unidos estão acostumados a receber turistas e estudantes estrangeiros, principalmente os latinos. As cidades e os habitantes locais se adaptaram nos cardápios dos restaurantes, nos atendimentos de estabelecimentos comerciais e até mesmo na sinalização de alguns pontos turísticos. É claro que o objetivo ao fazer um intercâmbio nos Estados Unidos é fazer uma imersão em inglês, mas ter pessoas acostumadas a receber estrangeiros facilita a nossa adaptação e nos deixa mais tranquilos.”, explica a CEO. 

 Inglês americano: “Em outros países que têm o inglês como o idioma nativo o sotaque é bem diferente do que a grande maioria dos estudantes procura. O inglês britânico e o australiano, por exemplo, têm palavras e expressões específicas e a pronúncia de diversas palavras em comum pode ser totalmente diferente.”, comenta Arleth.

 Opções de intercâmbio: Por ser tão grande e tão diverso, são muitos os tipos de cursos que você pode fazer durante o seu intercâmbio nos Estados Unidos:

  1. No Au Pair, o estudante fica um ano em casa de família como babá, recebendo remuneração, estadia, alimentação e claro, estudos;
  2. As universidades têm programas de 4 a 6 meses com foco em conversação;
  3. Nas escolas de idiomas (focadas apenas no ensino do idioma para estrangeiros) o professor segue um livro-texto e tem uma prova ao final do curso, de modo bem objetivo;
  4. No “Work and Travel” o intercambista exerce uma função remunerada junto com suas aulas de inglês;
  5. Os cursos livres em inglês têm curta duração e são de áreas específicas, por exemplo, um curso de culinária em inglês;
  6. As escolas preparatórias são recomendados para conseguir uma certificação do idioma e fazer graduação ou pós-graduação no exterior;
  7. Há cursos gratuitos de nível básico e intermediário que são oferecidos por colégios, igrejas, entre outros. Aproveite!

Para saber mais sobre intercâmbio, vistos, processos migratórios, acesse: www.eagleintercambio.com

Eagle intercâmbio é uma startup localizada no Vale do Silício (Califórnia), sendo a primeira agência de intercâmbio feita totalmente por brasileiros na região. Com clientes oriundos de diferentes localidades, a presença física da equipe da Eagle nos Estados Unidos e a parceria com escolas Canadenses, permite com que a empresa dê suporte em tempo real, aos seus alunos, entendendo e identificando as necessidades de cada um deles. Dessa forma, a startup faz parte de um seleto grupo de agências, com um dos maiores índices de aprovação de vistos para alunos brasileiros, carregando em sua trajetória até hoje mais de 2000 alunos brasileiros formados pela Eagle. Para saber mais acesse: www.eagleintercambio.com

!-->