USF Vila São João promove ação voltada ao cuidado dos pés de idosos e outros públicos

 USF Vila São João promove ação voltada ao cuidado dos pés de idosos e outros públicos

A Prefeitura de Itupeva, por meio da Secretaria de Saúde e da Unidade de Saúde da Família da Vila São João implantou um novo programa de atendimento à população, especificamente idosos, diabéticos e com doenças vasculares. Com o programa ‘Saúde dos pés’ são tratados excesso de calosidades, feridas e demais problemas apresentados nos pés.

A ação, que é uma iniciativa da coordenadora da Unidade, enfermeira Heloisa Simão, acontece sempre às quartas e quintas, com agendamento. No local, os pacientes passam por atendimento especializado, para cuidado dos pés. Atualmente a Unidade conta com 10 pacientes fixos.

Heloísa Simão, pioneira do programa, comenta sobre a iniciativa. “Comecei esse trabalho há dois anos, porque tínhamos muitos pacientes com quadro de erisipela, que é uma doença que acomete os vasos das pernas, causada por uma bactéria que tem como porta de entrada as unhas malcuidadas. Sendo assim comecei a cuidar dos pés diabéticos, e vasculares, com sessões quinzenais. Só posso agradecer a minha coordenadora Silvana e a secretária Juliana, que confiam no espaço para promover esse tipo de atendimento. Além claro, da minha equipe que já tem visão e capta pacientes com problemas para serem tratados”, explicou ela.

Segundo ela, já é notável a redução nos casos de erisipela. “A diferença foi muito rica e posso dizer que temos uma diminuição de quase 90% de casos. Além desse cuidado com as unhas, há o tratamento direto na ferida. Com o programa ‘Saúde dos pés’ há uma melhor resposta na cicatrização muito melhor”, acrescentou.

Também são atendidos pacientes com feridas diabéticas e vasculares, muitas vezes causadas por amputação. “Muitas vezes essas doenças causam cicatrizes altas com excesso de queratose. Com esse tipo de manutenção, permitimos que o paciente não se machuque novamente e use um calçado adequado”, disse ela.

Calosidades – Além dos pacientes diabéticos e com problemas vasculares, também há o atendimento para pacientes com queixas de calosidades, principalmente pelo uso de botas e sapatos de segurança. “Toda calosidade não tratada pode virar uma úlcera e proporcionar desgaste em articulações, já que instintivamente nosso corpo tem de compensar a dor e acabamos sobrecarregando coluna e joelho, por exemplo”, disse ela.