Treinamento do Canil da Guarda Civil Municipal é realizado no Parque do Guacuri

 


Treinamento do Canil da Guarda Civil Municipal é realizado no Parque do Guacuri

Treinamento do Canil da GCM teve o propósito de aperfeiçoar técnicas da modalidade


O Canil da Guarda Civil Municipal realizou, nos dias 30 e 31 de julho, o ‘III Training Day Mantrailing’, no Parque do Guacuri, reunindo as guardas da região (Vinhedo, Itatiba, Cajamar e Itapetininga) e convidados do Rio de Janeiro, a fim de aperfeiçoar as técnicas da modalidade.

A GCM de Itupeva contou com a presença de dois cães - Max e Pluto – ambos da raça Bloodhound, sendo conduzidos pelos GCM’s, Santos e Martins.

Ao longo destes dois dias de treinamento, com duração de aproximadamente 16 horas foram abordados alguns aspectos entre as corporações, envolvendo técnicas de criação e seleção de filhotes para mantrailing, equipamentos necessários para a modalidade, iniciação de filhote no mantrailing, controle de guia, entonação de voz, comandos utilizados no mantrailing, leitura de cão e observação de relevo, artigo de odor, entre outros.

“Esse treinamento foi extremamente importante, pois compartilhamos técnicas e conhecimentos sobre a modalidade, que trabalha diretamente com cães farejadores, responsáveis por buscas e resgates de pessoas desaparecidas”, destacou o GCM Santos.

Durante os dois dias de evento, além do GCM de Itupeva, Santos, o treinamento contou com a participação dos instrutores Fernando Baltarejo (de Mairiporã) e William Pollak (de Cosmópolis), que são criadores de Bloodhound e também adestradores. “Essa integração entre as guardas e profissionais que atuam no segmento canino é válida, considerando que ambos trocam experiências, contribuindo para a rotina de trabalho das corporações, trazendo melhores resultados em prol da população”, disse.

Sobre o Max e o Pluto

O Max é um cão que tem 7 anos de idade, já tem um trabalho reconhecido na cidade, no estado, no Brasil e até no exterior, auxiliando no esclarecimento de crimes e localizando outras pessoas desaparecidas e está prestes a se aposentar.

Já o Pluto, que tem pouco mais de três meses de idade está iniciando os treinamentos, visando seguir os mesmos passos do Max, ou seja, colaborar com a corporação no trabalho de esclarecimento de crimes e localização de pessoas desaparecidas.

Importância do Treinamento

O subinspetor da GCM Saraiva organizou o evento e ressaltou a importância desta iniciativa. “O Canil da GCM tem promovido esse tipo de evento com certa frequência, a fim de atualizar o conhecimento e estreitar o laço entre o condutor e o cão”, explicou.

“Agradeço o apoio e a presença das Guardas da região que prestigiaram o evento, bem como os instrutores que colaboraram com esse treinamento, que tem o intuito de qualificar, ainda mais, o nosso trabalho, que zela pelo bem-estar da sociedade”, concluiu o comandante da GCM de Itupeva, José Mario Pereira da Silva.

FOTO - TREINAMENTO GCM (2)
Iniciativa contou com a presença de representantes da GCM de diversas cidades da região e convidados
FOTO - TREINAMENTO GCM (5)
Integração entre as guardas e profissionais que atuam no segmento canino é válida

pEvento da GCM contou com a presença dos cães Max e Pluto 
FOTO - TREINAMENTO GCM (4)
Durante o treinamento, instrutores orientaram os guardas sobre o uso de guia