Idosa desaparecida é encontrada morta às margens do Rio Jundiaí



Desaparecida desde a última quinta-feira (28), uma idosa de 72 anos, foi encontrada morta às margens do Rio Jundiaí, em Campo Limpo Paulista, município em que morava com a família.

O cadáver estava em adiantado estado de decomposição, segundo o Corpo de Bombeiros, que esteve no local junto com um familiar. O parente reconheceu a idosa pelas roupas.

A idosa morava no bairro Jardim América. De acordo com a família, fazia tratamento para tratar de esquizofrenia e desapareceu de casa logo durante a manhã do dia 28.

Apesar de ainda não ter sido ainda entregue à polícia laudo do Instituto Médico Legal (IML) definindo a causa da morte, com a verificação se o cadáver tinha ou não sinais de violência, não foi descartada a hipótese de a idosa ter ido por conta própria ao local (e sofrido um acidente) em razão do distúrbio que sofria, que é marcado, de acordo com a literatura médica, por surtos, delírios e alucinações.

 A Polícia Civil deve instaurar um inquérito para apurar o caso em detalhes. Uma informação já obtida pelos investigadores é que a idosa foi vista por uma vizinha andando sozinha pela rua no dia em que desapareceu. O fato foi comunicado pela moradora à família da idosa, que relatou, por sua vez, à polícia.


Fonte Imprensa Policial