Mulher é obrigada a pagar pensão alimentícia a homem que a violou


Crysta Abelseth, de 32 anos, foi condenada a pagar uma pensão de alimentos a um homem que alegadamente a violou em 2005. "Em vez de me trazer para minha casa, levou-me para a dele e violou-me no sofá da sala de estar ", disse Abelseth que acabou por engravidar. Nove meses depois nasceu uma menina saudável.
O ataque aconteceu na cidade de Hammond, Indiana, nos EUA, quando John Barnes, na epoca com 30 anos, se ofereceu para dar carona à jovem depois de uma noite entre amigos, de acordo com o The Mirror.
O homem só soube da existência da filha cinco anos depois: "Quando a minha filha tinha cinco anos de idade, ele descobriu-a e assim que a descobriu quis levá-la para longe de mim".
Um teste de DNA comprovou a paternidade e o tribunal acabou por atribuir uma custódia partilhada da criança. A mulher foi ainda obrigada a pagar ao pai da filha a pensão de alimentos e taxas legais. "Ele já me ameaçou várias vezes e diz que tem contatos no sistema judicial e que o melhor é eu ter cuidado, porque ele pode levar a minha filha quando quiser. Eu não acreditei nele até isso acontecer mesmo", afirmou Crysta.