Klara Castanho cobra R$ 100 mil de Antonia Fontenelle em ação por danos morais



A atriz Klara Castanho, que foi exposta nas redes sociais por Antonia Fontenelle, está processando a youtuber por danos morais. Em uma primeira decisão, a juíza Flávia de Viveiro de Castro, da 2ª vara civil da Barra da Tijuca, negou o pedido de Klara para que o vídeo de Antonia fosse retirado da internet.

Klara Castanho entrou com um pedido de indenização de R$ 100 mil contra Antonia depois que ela publicou um vídeo em que expõe e critica - sem citar explicitamente o nome da atriz - a entrega de um bebê recém-nascido para adoção. Rapidamente, o conteúdo foi associado aos já existentes rumores relacionados à gravidez de Klara, que só então veio a público revelar ter sido vítima de estupro.

"Diante das gravíssimas ofensas comprovadas contra a autora, não restam dúvidas de que, no presente caso, estão preenchidos todos os pressupostos para condenar a Ré ao pagamento de danos morais no valor R$ 100.000,00", diz um trecho da petição. 

Klara, de 21 anos de idade, contou ter engravidado em decorrência de um estupro, e decidiu entregar o bebê legalmente à adoção. Ela relatou o caso em um post no dia 25 de junho.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas