Jogador do Bragantino sai da prisão após pagar R$ 242 mil de fiança. Ele é acusado de matar um motociclista em um acidente

O jogador de futebol acusado de matar um motociclista, o zagueiro Renan deixou a prisão da cidade de Bragança Paulista após pagar fiança de R$ 242 mil. O Juiz do caso permitiu a saída em audiência de custódia que aconteceu neste sábado (23). O zagueiro foi preso depois de se envolver um um acidente com vítima fatal nesta sexta-feira (22). Depois do acidente, ele passou por exame de sangue que não constatou álcool no sangue, mas a polícia determinou a prisão com base no depoimento dos policiais, que alegaram que ele tinha odor de álcool e que havia confessado ter igerido bebida alcoolica. Renan ainda não tinha CNH. Ele tinha conseguido uma permissão para dirigir, mas que estava suspensa depois que cometeu uma infração. Ele foi indiciado por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – com qualificadora de dirigir sem habilitação e sob efeito de álcool. A justiça determinou a entrega do passaporte e o jogador não poderá deixar o país até que o inquerito seja concluído.