Geração de empregos no comércio de Jundiaí repõe perdas da pandemia



Com mais de 250 vagas preenchidas na região setor é o que mais emprega atualmente

Li, nesta segunda-feira, dia 11, uma matéria publicada em um jornal da nossa região sobre o saldo de empregos formais gerados nos setores de comércio de serviços no nosso Município. Para minha alegria, o comércio foi o setor com maior movimentação e abertura de vagas neste ano, com saldo de 182 contratações de mulheres e 72 de homens. Em 2020, houve uma perda total de 2.371 postos de trabalho entre comércio e serviços. Agora, além de recuperar essas perdas, tivemos um crescimento de 8,4% no número de pessoas empregadas, nos dois seguimentos.

É uma reposição importante, não apenas porque representa uma recuperação econômica, mas principalmente porque gera empregos formais para a nossa categoria – uma das mais prejudicadas com a pandemia. Em plena Campanha Salarial, cuja data-base é 1º de setembro, lutamos por reajustes salariais com a reposição da inflação, e ainda pelo avanço dos benefícios previstos nas cláusulas sociais das nossas Convenções Coletivas de Trabalho. Isso eleva o poder de compra e a qualidade de vida da família comerciária, que tenta voltar à vida normal, e merece recuperar o que, porventura, tenha perdido nesse triste período da nossa história.

Para mantermos e ampliarmos a oferta de vagas no comércio, apoiamos a categoria na qualificação profissional, com cursos voltados para o desenvolvimento interpessoal e nas atribuições de suas funções.


Milton de Araújo é presidente do Sincomerciários de Jundiaí e Região

Postar um comentário

0 Comentários

Leia também