Genitora assassinou a filha de 4 anos por considerar que ela era um "obstáculo" em seu relacionamento atual

Compartilhe!


Um caso de violência doméstica abalou a comunidade peruana, ao saber do assassinato de uma menina de quatro anos pelas mãos de sua própria mãe. O mais terrível foram os detalhes e os motivos pelos quais a mulher cometeu o crime.

A mãe da vítima tirou a vida dela por considerá-la um “obstáculo” ao seu relacionamento atual. A declaração foi feita por ela mesma após levar a filha ao médico quando ela já havia falecido.

A agressora chegou a um hospital pedindo socorro, pois, segundo ela, a menina havia ingerido algum tipo de veneno. No entanto, ao fazer os respectivos check-ups, os especialistas descobriram que ela tinha sinais de estrangulamento.

Nesse contexto, a polícia procedeu à detenção da mulher, identificada como Norma Guevara Ramírez , e seu companheiro suspeito do crime.

A partir daí, a mulher foi questionada e revelou que tanto ela quanto a filha sofreram violência doméstica por parte do homem .

No entanto, ela assegurou que ela e o homem chegaram a um acordo para matar a menina por ser um "empecilho" no desenvolvimento de seu relacionamento .

Um oficial uniformizado, que fazia parte da operação, confirmou o fato e sustentou que "a senhora e seu companheiro concordaram que era um obstáculo ao desenvolvimento de seu relacionamento e por isso concordaram que tinham que eliminá-lo. "

Após este ato criminoso contra a menina, de acordo com o que a lei indica, o casal pode passar 15 anos na prisão .

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas