Cearense de 64 anos passa no vestibular de medicina: “Quero ajudar as pessoas”

Compartilhe!

RAZOÕES PARA ACREDITAR - Francisco Almir de Freitas, 64 anos, foi aprovado no vestibular para cursar medicina em uma faculdade particular na cidade de Quixadá (CE). O que motivou o enfermeiro a voltar para a sala de aula? Ele mesmo responde: “Quero ajudar as pessoas”.
Seu desejo é trabalhar como médico até os 80 anos. A previsão é que ele se forme com 70, já que o curso tem duração de seis anos.
“Com a carreira que tenho posso dizer que não é mais por dinheiro que decidi ingressar na medicina. Meu objetivo é ajudar as pessoas, é meu sonho e também o sonho da minha mãe quando ainda era viva”, diz.
Para realizar o sonho de cursar medicina, o Sr. Francisco adotou a rotina de qualquer estudante postulante a uma vaga de um dos cursos mais concorridos – puxada!
Fez cursinho pré-vestibular, aulas com professores particulares, videoaulas e resoluções de exercícios. Tudo isso de domingo a domingo e até tarde da noite.
“Durante todo esse tempo, além de não ter deixado de trabalhar no Hemoce, prestei vestibular para outras faculdades e fiz o Enem. Inclusive fui aprovado em medicina em duas faculdades do Rio de Janeiro e em outra de Santa Catarina, mas não fui por causa da distância que ficaria da minha família”, conta.
Essa e outras histórias motivadoras podem ser lidas no site Razões para acreditar.

Postar um comentário

0 Comentários

Notícias Relacionadas