7 destinos próximos de Jundiaí para conhecer nas férias

 Quer conhecer uma cidade nova, mas não quer viajar para tão longe? Confira a lista que a TVTEC preparou, com destinos que variam entre 45 minutos e 1h30min de viagem, saindo de Jundiaí!

Holambra (aproximadamente 1h06min de viagem)

Conhecida como Cidade das Flores, Holambra é o destino ideal para os amantes da natureza. Por lá, é possível visitar os famosos campos de flores, o Memorial do Imigrante (construído em homenagem à imigração holandesa na cidade), o Moinho Povos Unidos (com uma vista bonita a mais de 38 metros de altura), o Boulevard Holandês no centro da cidade e muitos outros pontos turísticos.

Boulevard Holandês (Foto: Reprodução/Internet)

Embu das Artes (aproximadamente 45 minutos de viagem)

Cidade próxima de Jundiaí, em Embu das Artes é possível visitar o Parque Apiário, conhecido como Cidade das Abelhas (para ver abelhas e colmeias gigantes e aprender mais sobre elas), a famosa rua Nossa Senhora do Rosário (com muitos antiquários, decorações e artesanatos), a Praça das Artes e a Viela das Lavadeiras (pequeno beco colorido, ideal para fotos), além de outros lugares.

Praça das Artes (Foto: Foto: Ênio Prado)

Atibaia (aproximadamente 1h de viagem)

Quem passear por Atibaia não pode deixar de conhecer o ponto turístico mais famoso da cidade: a Pedra Grande de Atibaia, cercada pela Serra do Itapetinga. Também é legal conhecer o Teleférico da cidade (que fica no centro), o Recanto Japonês (que faz parte da tradição nipônica da cidade) e o Parque Edmundo Zanoni (com playground, locais para piquenique, pedalinho no lago e outras atividades).

Pedra Grande de Atibaia (Foto: Ana Paula Hirama)

Boituva (aproximadamente 1h26min de viagem)

Os mais aventureiros não podem deixar de saltar de paraquedas ou passear de balão em Boituva, conhecida como a Capital Nacional do Paraquedismo. Também é interessante visitar o Museu do Tropeiro, o Parque Ecológico Eugênio Walter (com mais de 30 espécies da fauna e flora brasileiras e também exóticas) e a Igreja de São Roque da cidade.

Voo de balão em Boituva (Foto: Céu Azul Balonismo)

Bragança Paulista (aproximadamente 1h12min de viagem)

O Lago do Taboão é o cartão postal de Bragança Paulista, sendo ideal para praticar esportes, curtir com a família e descansar. Também é possível visitar o Museu do Telefone (inaugurado em 1976), o Museu da Imagem e do Som (que também promove exibições cinematográficas, palestras e cursos), a Represa Jaguari e a Montanha Leite Sol.

Lago do Taboão, em Bragança Paulista (Foto: Rafael Porcari)

Mairiporã (aproximadamente 1h10min de viagem)

Quem for a Mairiporã não pode deixar de visitar o Pico do Olho D’Água, com uma linda paisagem. Também é interessante visitar o Lago das Carpas, que fica dentro do Parque Cantareira (ideal para fazer piqueniques e brincar com as crianças) e a Represa Paulo de Paiva Castro (muito procurada para a prática de esportes náuticos e pescaria).

Pico do Olho D’Água, em Mairiporã (Foto: Tabata Shaiene)

São Roque (aproximadamente 1h16min de viagem)

Quem visita São Roque não pode deixa de passar pela Rota do Vinho, para conhecer adegas, vinícolas, fazendas e restaurantes. Também é agradável visitar a Fazenda Angolana, para aproveitar a natureza, os animais e a tirolesa. Existe ainda a Igreja Matriz de São Roque, a Estação Ferroviária (construída em 1930) para os amantes de trens e o Morro do Cruzeiro (onde há uma imagem de São Roque junto a uma cruz).

Lago da Fazenda Angolana, em São Roque (Foto: TripAdvisor)

(Fonte: TVTEC Jundiaí/Imagens: Reprodução/Internet/Ênio Prado/Ana Paula Hirama/Céu Azul Balonismo/Rafael Porcari/Tabata Shaiene e TripAdvisor)