Diretora assume a fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil em Jundiaí



A fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil em Jundiaí, a maior do mundo em volume de produção, tem novo comando desde maio. A engenheira química Celise Ritto tornou-se a nova diretora industrial da planta, em substituição a Vinicius Micai Nunes, que assumiu a função de diretor de manufatura da companhia no Brasil. 

 

Celise ocupava o cargo de gerente industrial da fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil em Itabirito (MG). Com a nova função, ela retorna à unidade onde iniciou sua trajetória no sistema Coca-Cola como técnica de engarrafamento da planta de Jundiaí, integrando o grupo pioneiro de colaboradores da fábrica inaugurada em 1993 pelo grupo Panamco. 

 

Natural de Botucatu (SP), Celise é bacharelada em Biologia, graduou-se em Engenharia Química, cursou MBAs em Logística (direcionado ao negócio de bebidas) e em Gestão Empresarial. 

 

Construindo uma história de conquistas e sucesso na empresa, liderando áreas de manufatura e qualidade, segurança e meio ambiente, foi também gerente industrial das fábricas de água mineral em Bauru e Mogi das Cruzes (SP) e gerente industrial das unidades fabris de Antônio Carlos (SC) e Porto Alegre (RS). 

 

Excelência operativa com economia de água 

 

“É uma enorme satisfação retornar para a fábrica onde comecei a minha carreira. Sinto-me muito orgulhosa de constatar todo o crescimento da operação em Jundiaí, desde quando trabalhei pela primeira vez na unidade”, afirma Celise, que assume a direção com o compromisso de assegurar a excelência operativa da planta e a qualidade dos produtos que chegam aos consumidores.  

 

Como produtividade e resultados são também consequência de uma efetiva gestão de equipes, ela destaca que terá entre as suas prioridades ser facilitadora no desenvolvimento dos colaboradores da fábrica, por meio de capacitações e treinamentos. “A companhia é feita de pessoas, e elas são o que temos de mais valioso”, enfatiza Celise. 

 

Ela acrescenta que também dará especial ênfase aos esforços permanentes pela economia no consumo de água, indicador em que a fábrica de Jundiaí é uma referência entre engarrafadores de Coca-Cola. A redução na captação e na utilização de água nas instalações da unidade se revertem na maior disponibilidade do recurso hídrico para a população no entorno. 

 

Empoderamento feminino 

 

A presença de Celise à frente da fábrica de Jundiaí, além de ser um reconhecimento à sua competência profissional, é exemplo das iniciativas da Coca-Cola FEMSA Brasil em diversas frentes para promover a igualdade de gênero na companhia. 

 

Comprometida com a construção de um ambiente cada vez mais inclusivo e plural, a empresa proporciona às mulheres oportunidades para atuar em qualquer área, desenvolvendo todo tipo de atividade, por meio de ações de recrutamento, capacitação e promoção para os mais diferentes cargos. 

 

“Alinhado com o nosso compromisso de seguir promovendo a equidade de gênero em todos os níveis da organização, buscamos criar um ambiente adequado para que as nossas colaboradoras se sintam incluídas e valorizadas pelos seus conhecimentos, comportamento, habilidades e resultados, com oportunidades de desenvolvimento e reconhecimento com base em talento. Nas comunidades, temos oferecido cursos de qualificação para o setor de bebidas e programas de estímulo ao empreendedorismo a mulheres em situação de desemprego”, salienta o gerente de Talento e Cultura da Coca-Cola FEMSA Brasil, Rodrigo Troiano.  

 

No âmbito da sua responsabilidade internacional de contribuir positivamente para o desenvolvimento do talento e da liderança das mulheres, a Coca-Cola FEMSA adotou este ano os Princípios de Empoderamento das Mulheres das Nações Unidas, com isso reafirmando o seu compromisso com a igualdade de gênero no ambiente de trabalho, bem como em todos os ambientes e comunidades onde atua. 

 

Nos últimos três anos, a companhia tem sido reconhecida como uma das empresas listadas no Índice Bloomberg de Igualdade de Gênero (GEI – Gender-Equality Index) por suas práticas e políticas a favor da igualdade de gênero. 

  

Uma fábrica premiada 

 

A fábrica que tem agora Celise Ritto como diretora industrial é operada pela Coca-Cola FEMSA desde 2003. Possui 1.400 colaboradores (entre efetivos, temporários e terceiros), ocupa uma área total superior a 190 mil m² e desta 95 mil m² de área construída com suas 16 linhas de produção, saem para o mercado refrigerantes, chás, sucos e hidrotônicos. 

 

Com instalações tecnologicamente avançadas, a planta agrega valor ao desenvolvimento industrial de Jundiaí, gera emprego e renda para a população, e se evidencia no Sistema Coca-Cola pela adoção das melhores práticas em indicadores como Qualidade, Gestão Hídrica Eficiente, Meio Ambiente, Segurança do Trabalho e Segurança de Alimentos. Esses, entre outros requisitos, asseguraram à fábrica o 1º lugar na edição 2020 do Prêmio Qualidade, promovido pela Coca-Cola Brasil entre os seus fabricantes nacionais para eleger aquele com melhor desempenho nas práticas de excelência em gestão adotadas pela companhia no país. 

 

A unidade de Jundiaí recebeu também em 2015 o “Troféu Planeta”, da Coca-Cola Brasil, na categoria “Água”, e, no ano seguinte, o Prêmio de Conservação e Reuso de Água, da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), promovido anualmente em reconhecimento às melhores práticas do setor industrial. Em 2019, a fábrica foi contemplada com menção honrosa na 14ª edição do Prêmio Fiesp/Ciesp de Conservação e Reuso de Água pela implantação de um projeto tecnológico que tornou ainda mais eficiente a utilização de água em suas instalações. 

Leia também...