Vítima de acidente de carro tem órgãos captados para doação em Jundiaí

Um homem de 37 anos, que morreu em um acidente de carro no domingo (22), teve os órgãos captados na manhã desta terça-feira (24), no Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí (SP). Foram retirados os rins, fígado e córneas, e a doação seguirá para Campinas e Sorocaba (SP). Devido ao tempo de isquemia, que é o período em que um órgão pode suportar entre ser retirado do doador e transplantado no receptor, o primeiro captado pela equipe do Hospital de Clínicas da Unicamp foi o fígado, onde o período é de 8 horas. Em seguida foram os rins, que possuem um tempo maior de 24 horas, e as córneas, 7 dias, que foram encaminhadas para o Banco de Olhos de Sorocaba. O Hospital São Vicente possui uma Comissão Intra Hospitalar de Transplantes (CIHT), criada em 2008, responsável por acompanhar pacientes com confirmação de morte encefálica e dar suporte a família. A equipe tem diversos profissionais, incluindo assistente social, fisioterapeuta, psicólogos, médicos e enfermeiros. A CIHT aciona a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO) de São Paulo e garante suporte às equipes médicas durante a captação e manutenção dos órgãos, até que siga por transporte aéreo ou rodoviário à instituição que fará o transplante. Em 2021, a CIHT fez a captação de 73 órgãos, num total de 14 doadores.

Leia também...