Jovem de 19 anos matou a mãe porque ela pediu para ele não fumar no quarto dela



Um evento macabro aconteceu na Flórida, nos Estados Unidos, depois que um garoto de 19 anos atirou e matou sua mãe por não deixá-lo fumar dentro de seu quarto.

O homicídio ocorreu na última quinta-feira na cidade de Lake Wales. Após isso, o sujeito, identificado como Seth Settle , fugiu, mas depois foi preso.


Sua mãe tinha acabado de chegar em casa


O xerife do condado de Polk, Grady Judd, explicou que o trágico episódio ocorreu quando a mãe de Seth, de 52 anos, voltou para casa depois de levar sua filha de 14 anos para a escola.

De acordo com a mídia local, a mulher percebeu um cheiro de fumaça vindo do quarto de Settle, então ela entrou no quarto e disse ao filho para "não fumar lá dentro" , o que não teria sido bem recebido por ele, que acabou atirando na mãe.

Uma vez cometido o crime, o jovem saiu de seu quarto e correu para alertar o irmão, e depois fugiu.  A mulher, entretanto, foi levada às pressas para o hospital, mas não sobreviveu.

Ao ser preso, Seth inicialmente indicou que foi um acidente , mas o gabinete do xerife descartou essa hipótese, já que o jovem mudou repetidamente sua versão e também mentiu sobre onde escondeu a arma. 

Segundo a versão das autoridades, o acusado teria atirado na mãe pela porta de seu quarto, depois que ela pediu que ele parasse de fumar cigarros em seu quarto. 

Seth Settle foi acusado de assassinato em segundo grau com uma arma, adulteração de provas , disparo de arma de fogo em uma área residencial e fornecimento de informações falsas durante uma investigação.