Jovem alega ter sido impedido de embarcar em ônibus por "ter jeito de bicha"

 

Imagem Reprodução

Um argentino contou ter sido vítima de discriminação e impedido de subir em um ônibus por "ter jeito de bicha".

O caso ocorreu na província de Salta na Argentina, e o jovem Santiago Singh denunciou o motorista que teria dito isso à Justiça.

Ele contou que estava na fila de embarque do ônibus com destino a Rio Pedras, onde o jovem cursa pedagogia, quando foi abordado pelo motorista que disse que ele não poderia embarcar. Santiago contou que se sentiu humilhado pela discriminação e precisou recorrer ao gerente da empresa para poder embarcar.





"O motorista não só negou ter me chamado de bicha, como não teve argumentos justos para me tirar da fila, revelando a homofobia desse ser, sem saber que está violando nossos direitos como pessoas", contou ele à mídia argentina.

"Jamais um insulto baixará a minha autoestima, a minha vontade de me superar, Espero que todo o peso da lei recaia sobre esse homem e que a discriminação termine para todos. Eu acredito, sem dúvida, que o único ser que eu tenho que dar conta da minha escolha é Deus e mais ninguém. Ele saberá que não criou um ser maligno, ele criou um ser com uma capacidade única de ser humano com ou sem erros. Um verdadeiro amigo e companheiro em todos os momentos", disse.

Leia também...