ESPECIALISTAS DIZEM QUE CASAIS ESTÃO PREFERINDO FERTILIZAÇÃO DO QUE FAZER SEXO PARA TER FILHOS



Depois de falar sobre o assunto em uma palestra em Londres, durante a Conferência Fertility Show, o diretor médico da clínica care Fertility, Charles Kingsland, deu uma entrevista ao Daily Mail e declarou que as pessoas estão fazendo metade da quantidade de sexo que faziam há 30 anos.

Segundo ele, “temos essa cultura em que falamos sobre sexo o tempo todo na televisão e nas revistas, mas não fazemos isso, de fato. As pessoas não têm tempo porque estão muito ocupadas e cansadas – elas têm um desequilíbrio entre trabalho e vida pessoal e o sexo começa a parecer mais uma tarefa. Não há dúvida de que algumas pessoas estão optando pela fertilização invitro simplesmente porque sexo não é algo que elas têm tempo de fazer”.

Na mesma conferência, o professor de andrologia Allan Pacey, acrescentou que as pessoas realmente têm feito menos sexo: ““Há pessoas que fazem sexo menos de uma vez por semana, apenas a cada duas ou três semanas, ou não fazem, porque a vida moderna tirou a alegria disso. Há também muitas outras demandas, como e-mails e trabalho, competindo por nossa atenção”.

De acordo com especialistas, é preciso aumentar a libido e melhorar o relacionamento conjugal com ações como a construção de momentos de intimidades, conversar sobre sexo e explorar a sexualidade por meio de beijos e carícias.