De malas prontas: três dicas úteis para iniciar uma nova vida em Portugal



Mudar para um novo país nem sempre é tarefa fácil e, geralmente, envolve muito planejamento e uma boa dose de coragem. A dificuldade com um novo idioma costuma pesar nessa decisão e é justamente por isso que muitos brasileiros têm optado por viver em Portugal. Além dessa inigualável vantagem, existem muitas outras, como segurança, saúde e educação de qualidade. Mesmo assim, a mudança oferece alguns desafios, como a adaptação à cultura e, também, o conhecimento sobre os trâmites burocráticos locais. Por isso, existem algumas dicas práticas que podem facilitar a vida de quem chega ao país.

 

Uma delas diz respeito ao acesso à Saúde. Apesar de o Serviço Nacional de Saúde estar disponível para todos, é necessário obter um número de seguro social português e se registrar como residente para ter acesso aos cuidados médicos, explica o advogado israelense Itay Morfundador do Clube do Passaporteempresa com sede no Brasil especializada em processos para obtenção da cidadania portuguesa. “Em Portugal a Saúde é financiada pelo governo, com acesso gratuito para menores de 18 e maiores de 65 anos e fortemente subsidiada para todos os demais. Já para não cidadãos, os preços são bem mais elevados”, conta.

 

Mor também ressalta que um dos documentos mais importantes para os recém-chegados em Portugal é o NIF (Número de Identificação Fiscal). “Muito parecido ao CPF no Brasil, o NIF é utilizado de forma mais frequente, em situações como alugar uma casa, realizar compras em supermercados e para conseguir o número do seguro social. Para obter o NIF basta ir ao Serviço de Finanças da cidade onde vai residir. O processo é muito simples, mas necessário”, afirma.


Uma terceira dica fundamental para facilitar a vida de quem está chegando ao país lusitano é adotar o serviço Multibanco, o meio de pagamento mais popular e mais aceito do país. “Ele funciona como uma central de todas as instituições financeiras, permitindo realizar diversas operações bancárias como consultas, pagamentos e até compra de bilhetes de transporte, por exemplo. Quem pensa em morar em Portugal dificilmente irá conseguir fugir desse serviço”, alerta Mor.

 

O advogado destaca ainda que o país também oferece diversos incentivos fiscais para aqueles que são cidadãos. “Por isso, buscar a cidadania portuguesa é uma das principais dicas a ser seguida. Muitos brasileiros têm esse direito e nem sabem. Mas para quem de fato deseja iniciar uma vida em Portugal e na Europa, vale a pena investigar e garantir pleno acesso a todos os direitos e benefícios oferecidos a quem é, de fato, considerado cidadão português”, finaliza.

 


 

Sobre o Clube do Passaporte


 

Empresa especializada na obtenção da cidadania portuguesa, atua no Brasil, Israel e Portugal. Conta, desde 2017, com uma equipe multidisciplinar internacional que têm ajudado brasileiros no processo de cidadania portuguesa, sendo boa parte pela via sefardita, que abrange todos os cristãos-novos - milhões de brasileiros cuja origem é, muitas vezes, completamente desconhecida. Além disso, o escritório assessora empresários de qualquer descendência que queiram investir no país ibérico de diversas formas, como por meio do chamado Golden Visa.


Criado pelo advogado israelense Itay Mor, tem no seu currículo mais de centenas de processos de cidadania finalizados e milhares em legitimação. Mor também é o fundador da Associação Over the Rainbow Portugal, entidade que tem como objetivo aumentar a cooperação cultural e empresarial entre a comunidade judaica como um todo e Portugal.


 

Saiba mais no site