Cadelinha doente prestes sofrer eutanásia é salva e não para de agradecer ao herói que lhe salvou



Canela é um cão capaz de demonstrar que todas as previsões podem estar erradas quando você tem o desejo e a convicção de viver. Esta menina foi resgatada e quando a encontraram, ela estava passando por um estágio terrível: havia perdido uma das patas da frente e machucado o tornozelo da outra. Canela estava com grandes problemas para superar seus ferimentos e suas limitações


Para piorar a situação, o cão havia sido diagnosticado por veterinários com leishmaniose, então a ideia de ajudá-la a passar pelo arco-íris não foi descartada por especialistas. No entanto, apareceu um homem disposto a não deixá-la partir, ele queria lhe dar a oportunidade de viver o tempo que quisesse.



Ele correu e mostrou que estava disposto a dar a Canela as oportunidades que a vida lhe negara, então eles imediatamente aceitaram o desafio e o cachorro foi transferido para outro país.



Quando Canela chegou às mãos de seus novos cuidadores, ela entrou em um estado de depressão total. Embora a operação no tornozelo tenha sido um sucesso completo, o cachorro estava com problemas para se recuperar e eles entenderam que era necessário solicitar a presença do jovem que salvara sua vida. A visita de sua boa amiga durante sua recuperação a ajudou a animar.



Reencontrá-lo foi a melhor coisa que poderia ter acontecido com Canela. A empolgação de ver o jovem novamente foi tanta que o cachorro se esqueceu completamente da depressão. O garoto a acompanhou por alguns dias, até que ela estava fora de perigo e conseguiu se recuperar.


Ao contrário do que especialistas acreditavam, Canela conseguiu se recuperar totalmente. Ela é uma cadela de excelente qualidade de vida que, uma vez restaurada a mobilidade, se sente extremamente feliz e segura.



Mas isso não é tudo! Canela fica feliz em ver o herói que salvou sua vida pelo menos duas vezes por ano. O jovem viaja especialmente para passar alguns dias com ela, e a amizade deles é incomparável. Pelo menos duas vezes por ano, este par de amigos se reúne novamente.



Fonte: http://www.garras.ong.br/post/cadelinha-doente-prestes-sofrer-eutan%C3%A1sia-%C3%A9-salva-e-n%C3%A3o-para-de-agradecer-ao-her%C3%B3i-que-lhe-salvou

Leia também...