Agente de Talentos que teve celular roubado conta como foram sacados mais de R$ 100 mil de suas contas e faz alerta para descaso dos bancos

 


O agente de talentos Bruno de Paula contou no Twitter o problema que está enfrentando após ter seu celular roubado e mais de R$ 100 mil sacados de suas contas.

Em seu relato, ele conta que voltava da melhor viagem que fez na vida, para Barcelona, na Espanha, quando teve o celular roubado enquanto a tela estava desbloqueada. O caso ocorreu na sexta-feira (29) e, segundo ele, virou uma bola de neve depois que os bancos não apresentaram atendimento satisfatório para impedir que os criminosos tivessem acesso às suas contas.

Só no primeiro momento, foram transferidos R$ 27 mil do Nubank.






No dia seguinte, Bruno recebeu notificação do Banco do Brasil - mesmo tendo avisado que teve o celular roubado e pedido o bloqueio das contas no dia anterior. No Nubank, os criminosos conseguiram aumentar o limite de Pix diário para R$ 90 mil.

A quadrilha chegou a fazer compras pelo iFood - 7 garrafas de whisky a R$ 329 cada.

"O mais bizarro de tudo isso? Eles tem nome, contas e até endereço dessa galera. E o pior? Eu nem considero que isso vai ser reportado pra polícia além do meu BO. A sensação é horrível. Podiam ter impedido, podiam ir atrás. Mas eu sei que isso nem é uma possibilidade. Não é", desabafou Bruno, que relatou também estar com medo de sair de casa

Confira o relato completo dele no Twitter



Imagens: reprodução Twitter